quarta-feira, 1 de janeiro de 2014

X MAN


Olá meus amigos que acompanham este blog, que trás o melhor dos quadrinhos brasileiros e dos autores brasileiros das grandes obras produzidas no nosso país.
Ontem viramos mais uma página na história com o final de 2013 e inicio de um novo ano. E Junto a isso novas ideias e novos projetos irão acontecer para brindar os nossos seguidores.
E para começar bem o ano, trazemos um scan de uma edição digital criada pelo grande catalogador dos quadrinhos brasileiros o amigo Lancelott, que vem resgatando a memória dos quadrinhos brasileiros, com a recuperação de muito acervo que se encontrava perdido, como é o caso da obra de Flavio Colin que ele recuperou em uma coletânea com 9 belíssimos volumes, bem como muitos outros materiais das HQs brasileiras.
Desta vez estamos postando um belíssimo trabalho de resgate que o Lancelott fez de um personagem brasileiro, criado e desenhado pelo grande mestre dos quadrinhos mundiais Eugenio Colonnese, de uma única aventura, mas que conquistou o publico brasileiro, estou falando do personagem da década de 60: X MAN. Este personagem foi publicado na edição de # 3 do Jornal Jovem, que trazia notícias do movimento da Jovem Guarda e das mídias (TV e Rádio) da época. Mas o principal objetivo deste jornal tabloide era o “Suplemento Quadrinhos” que ocupava 95% da publicação, com personagens clássicos como: Fantasma, Mandrake, Flash Gordon, Batman e etc. E na edição # 3 (a ultima), além das páginas de continuação dos citados personagens; a edição trouxe essa aventura completa do X MAN, (não tem nada a ver com o grupo de heróis da Marvel, que na época era desconhecido por aqui), produzida pelo mestre Eugenio Colonnese. Foi a única história do X MAN, mas ficou gravada na memória de todo brasileiro que curte histórias em quadrinhos.
O Lancelott, conseguiu resgatar este material fantástico, produziu uma belíssima capa, e o blog Banca dos Gibis Brazucas tem a honra de divulgar o trabalho maravilhoso deste grande defensor dos quadrinhos brasileiros.
Parabéns amigo Lancelott, e continue firme nesta luta em prol dos quadrinhos de nossa terra.
Para que você mais experiente possa matar a saudade, e você mais jovem possa conhecer este material incrível é só clicar na hiperligação e curtir.




2 comentários:

  1. Meu grande amigo e parceiro em prol da HQB terias por acaso, tudo do AMBRAK, em forma digital ( tenho impressa mas estão muito amarelas...)?

    ResponderExcluir
  2. Olá amigo Lancelot
    Tenho apenas a edição # 1 de AMBRAK, em ótimas condições restaurada, e está a sua disposição. se precisar é só falar que te envio.
    Grande Abraço
    Sabino

    ResponderExcluir