sábado, 28 de novembro de 2015

CHAMADA GERAL


Clique na capa para download gratuito.

Olá galera, grato por acessarem o nosso blog, especializado em gibis brazucas, e desejo um ótimo final de semana para todos.
E neste Sábado temos uma postagem muito especial, pois trata-se de um álbum do título Epopéia da nossa saudosa e querida editora EBAL.
Bem, esta edição foi algo muito especial para mim, eu diria o meu segundo maior sonho de consumo, na época (década de 70), eu era colecionador de todos os títulos publicados pela EBAL, e queria muito este álbum especial, mas o número de edições era limitado e eu infelizmente não consegui o meu.
Mas, se este era o meu segundo maior sonho, qual então seria o primeiro? O meu primeiro maior sonho naquela época, era ter ido ao Rio de Janeiro para conhecer "O Mundo Encantado das Histórias em Quadrinhos", ou seja fazer uma visita a EBAL, que proporcionava esta possibilidade aos seus leitores, e a grupos de escolas, mas como conseguir isso se meu pai era um grande opositor à leitura de quadrinhos; ou seja era Impossível!
A EBAL acabou encerrando suas atividades, fechou suas portas muitos anos depois, e eu não consegui fazer essa visita.
E a história desta edição não acaba aí, fiquei "40 anos" sem conhece-la; e só vim a conhece-la quando foi publicada no querido blog  (e já extinto): "Quadrinhos Antigos", e também graças ao Lenimar de Andrade, que produziu o scan desta maravilhosa edição.
A direção da editora resolveu fazer uma edição comemorativa aos 25 anos de existência da EBAL, e para isso chamou um dos roteiristas da casa, o Pedro Anísio, e para ilustrar essa obra chamou o meu desenhista preferido Eugênio Colonnese, num grande crossover (na época não se utilizava essa palavra inglesa para denominar a união de mais de um herói em ação numa mesma revista), e neste álbum foram reunidos heróis de quadrinhos, de contos de fadas e da história do Brasil, num trabalho incrível, onde tivemos até personagens da vida real como os funcionários da editora e também o Otacilio d'Assunção que na época era adolescente e trabalhava na EBAL, e se transformou num grande editor de quadrinhos, que trabalhou em várias editoras como por exemplo a editora Record, que editou muitos fumetti.
Aí está pessoal curtam este belo trabalho. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário