terça-feira, 10 de setembro de 2013

ANGÉLICA # 7


Olá amigos que acompanham o blog Banca dos Gibis Brazucas porque apreciam nossos artistas e suas obras.
Hoje vamos mostrar um lado diferente dos quadrinhos brasileiros veremos muitos casos de ídolos da vida real se transformarem em ídolos também nos quadrinhos.
Antes de existir o vídeo cassete, DVD ou TV por assinatura, os gibis (revistas em quadrinhos ou banda desenhada) eram uma forma que as crianças tinham de levar para casa seus personagens favoritos e se divertirem com suas aventuras.
Desenhos animados, séries e até apresentadores de TV ganhavam uma versão em quadrinhos, como foi o caso da Xuxa, Os Trapalhões, Gugu e até o desbocado do Faustão. Na década de 80 ser transformado em personagem de quadrinhos era sinônimo de prestigio.
Como tudo que é bom volta, queremos relembrar uma dessas personagens que invadiu os gibis e fizeram a cabeça da garotada nas décadas de 80 e 90.
Angélica também entrou no mundo dos gibis através da Editora Bloch, as primeiras histórias foram desenhadas por Ely Barbosa, criador da Turma da Fofura e da TV Tutty Frutti.
Para conhecer este interessante material é só clicar na hiperligação.



2 comentários:

  1. Gostaria de lhe fazer uma correção: As primeiras edições da HQ da Angélica foram desenhadas pelo quadrinhista e ilustrador de Niterói Mário Antônio, que além desta revista produziu a obscura tira MUDIBIM, para o jornal O DIA(RJ-edição de domingo),além de ter produzido a tira do palhaço Carequinha, para o jornal TRIBUNA DA IMPRENSA(também do RJ). Numa segunda fase da revista, a HQ da Angélica foi produzida pela dupla FARIAS & PAULO JOSÉ,na época badalados pelo criação da HQ da Xuxa e pela criação do Jornal Kidnews. Por fim,a terceira-e última-fase da HQ da Angélica foi produzida pelo estúdio Ely Barbosa. Esta é a informação correta.

    ResponderExcluir
  2. Olá meu amigo Dyel,
    Fico muito agradecido por suas informações, e são atitudes como a sua que faz com que possamos ter mais confiabilidade nas informações da grande rede.
    Grato por sua colaboração, e o "Banca" está sempre aberto a colaboração dos amigos.
    Grande Abraço
    Sabino

    ResponderExcluir